SABEDORIA

Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém entendimento, pois a sabedoria é mais proveitosa que a prata e rende mais que o ouro. É mais preciosa que rubis; nada do que você possa desejar se compara a ela. Na mão direita, a sabedoria lhe garante a vida longa, na mão esquerda, riquezas e honra. Os caminhos da sabedoria são caminhos agradáveis e todas as suas veredas são paz. (Provérbios 3:13-17)

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

O MENINO DO PIJAMA LISTRADO


Como é possível extrair a poesia em meio ao caos e a dor? como é possível enxergar a beleza no céu escuro e transformar um uniforme de campo de concentração nazista em pijama listrado?

Nada foi tão glorioso quanto ver a Alemanha discursando sobre o racismo na copa do mundo,um país que levou milhões de pessoas à carnificina por causa de sua raça. Deveríamos viver para ver este dia chegar. Neste dia o pijama listrado foi eliminado das memórias, guardamos apenas a poesia e a inocência das crianças, e Bruno tornou-se de fato o maior explorador do mundo.


Assitam ao filme para compreender esta metáfora. Um dos mais emocionantes a que já assisti, um tapa de luva no preconceito e no falso propósito.

Elzenir Apolinário

19 comentários:

  1. Já viu a Lista De Schingler?

    Penso que vai amar...

    Fique com Deus, menina Elzenir.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela dica, vou ver com certeza.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. Daniel, já assiti, é muito comovente. Obrigada. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Aninha, achei o filme um espetáculo de sensibilidade e genialidade. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Vander, vc vai amar. Os alemães acatam todas as ideias de Hitler, há de se considerar q se ele fosse vivo e viesse para o Rio de Janeiro comandaria todos so morros de lá, tamanho seu poder de persuasão. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Gabriel, concordo com vc, triste e comovente. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Meu blog mudou de endereço, o novo é:
    http://vemcaluisa.blogspot.com/
    :)

    ResponderExcluir
  8. Verso Liso
    João Lenjob

    Quero apreciar teu corpo como uma escultura
    E de perto realizar atento toda uma leitura
    Desvendar os segredos
    Passear com os meus dedos
    E evitar que despertes ou que mexas.

    Quero sentir teu caule feiticeiro
    E respirar contente o teu aroma
    Tão perfumado o verso liso me entontecerá
    E teu pescoço chamará, clamará o meu carinho
    Para que meus lábios acompanhem por toda a noite.

    Quero sorrir para teu corpo com uma enorme fissura
    E estudar tamanha arte e tão nobre a tua cultura
    E viajar em teus cabelos
    Abraçar-te em nossos apelos
    Até que mexas me puxando para mais perto.

    Quero abraçar tua cintura fascinante
    E enlaçar meus braços entre teus braços
    Tão apertado o verso liso em meu peito
    Para que chames, clames pelo meu amor
    E que meu corpo te acompanhe por toda a madrugada.

    ResponderExcluir
  9. Lindo filme amiga...Apesar da história triste,senti-me tocada pela inocência ,conseguia ver apenas a bonita e sincera amizade entre os garotos, onde um usava um pijama listrado...e a beleza do potencial nato humano comoveu-me,mesmo diante de uma realidade terrível.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Elzenir,

    Já ouvi comentário, agora vou ver o filme, depois volto aqui, para deixar uma impressão legal.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. João Lenjob, maravilhoso e sensual poema. Quem seria a musa inspiradora??? É um prazer recebê-lo em minhas releituras.Obrigada, volte quando puder. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Fá, como é poética a inocência das crianças, como em "A vida é bela", lembra? Pena que crescemos e adultos, tornamo-nos mais sérios e maldosos. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Sônia, vou esperar suas considerações...vc vai gostar do filme. Bjs

    ResponderExcluir
  14. esta é uma história que dói. ao mesmo tempo em que encanta. como a literatura deve ser. fazer.

    estou seguindo teu blog também. abraços.

    ResponderExcluir
  15. Í.ta..seja muito bem-vindo, realmente esta história mexe com nossos sentidos. Acho q no fundo conservamos a centelha da humanidade em nós.Ademais, os melhores escritos surgiram da dor dos poetas, dos romancistas, de todos os literários, pois é expressão máxima do coração que pede para se exaurir do peito e preencher os papéis. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi! Elzenir!

    Já assisti esse filme! Gostei muito! Porém é triste.
    Lágrimas desceram dos meus olhos no final do filme.


    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Lu, todos comentam o final triste, mas foi uma lição para o ferrenho nazista. Bjs

    ResponderExcluir

Releituras