SABEDORIA

Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém entendimento, pois a sabedoria é mais proveitosa que a prata e rende mais que o ouro. É mais preciosa que rubis; nada do que você possa desejar se compara a ela. Na mão direita, a sabedoria lhe garante a vida longa, na mão esquerda, riquezas e honra. Os caminhos da sabedoria são caminhos agradáveis e todas as suas veredas são paz. (Provérbios 3:13-17)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

SILÊNCIO



Aos ignorantes, o meu silêncio!


Elzenir Apolinário

12 comentários:

  1. Oie lindona.


    O meu também.

    beijos querida.

    ResponderExcluir
  2. Tá aí uma coisa que vou aprender para o próximo ano.... Falava exatamente sobre isso no Twitter ontem... ;)
    Minha Linda, feliz Natal pra vc e os seus, que seja uma noite feliz e cheia de amor!
    Antes do fim do ano volto aqui!
    Beijo, beijoooo!
    She

    ResponderExcluir
  3. Silêncio sempre fala aos quatro cantos.Beijos

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que seu silêncio ecoará muito mais que palavras. beijos

    ResponderExcluir
  5. O PRIMEIRO CONTATO
    Certa vez, na ânsia de concluir um trabalho escolar, cercado de publicações dos mais variados autores e temas, e sem saber por onde começar despertei-me com um clique da minha esferográfica.
    Eis que, como um “Deja Vu”, deparei-me com um antigo livro de contos em péssimas condições. O papel amarelado pelo tempo, perfurado por traças, empoeirado e suas páginas mal cheirosas.

    A tinta usada em sua impressão ainda mantinha um bom contraste, o que o tornava legível.

    Então, no volver furtivo e detalhado de cada página, eu descobri algo novo: textos envolventes com assuntos, embora de séculos atrás, tão atuais e familiares que passavam não só a mim, mas a quem quer que os lesse (leiam) uma profunda intimidade com o autor.

    Agora eu já podia empunhar aquela, cujo clique não mais soava irritante, mas frugal.

    Tudo era simples, evidente e claro. Eu não precisava mais daquela pilha de publicações, pois tudo estava ali, em cada cor, som, ou lembrança. Daquela ponta esferográfica, as palavras fluíram com naturalidade e deitavam em cada pauta com a suavidade de uma pétala que pousava sobre a relva.

    Eu compunha com mais idéias, indeterminado, mais livre. Não havia motivo para se preocupar com “Lapsus Linguae”... Sim era minha primeira crônica. Agora eu sabia que poderia escrever sobre qualquer coisa.

    *Cassius Barra Mansa é cronista machadense

    Lapus Linguae = erros de linguagem
    ATRAÇÃO DOS MOLEKES

    (pagode com malícia mineira)

    Influenciados pelo, Exalta Samba, Revelação, o grupo se apresentou pela primeira vez em 2006 na Praça Antônio Carlos (Machado-MG), durante as comemorações do 7 de setembro.. No mesmo mês, eles abriram o show do Face Racial no salão da Dismabe, evento organizado pelo DJ Brown. O próximo passo será a gravação do primeiro CD com 12 músicas, entre elas (É hora de curti) Contatos: João ou Diogo (35) 3295-4031 (Machado-MG).

    Blog: http://atracaodosmolekes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. She, minha querida, o silêncio pode ser a melhor resposta, pois não conseguimos vencer os ignorantes em disputas verbais. Tudo de melhor para vc e sua família também. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Arnoldo, o silêncio é mais acertivo em algumas situações.Bjs

    ResponderExcluir
  8. Carlos, vc está certo e aprendi isto a duras penas. Como eu discutia com as pessoas... hoje, prefiro o silêncio muitas vezes. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Fanzine, bem vindo ao meu blog. Volte sempre que puder. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Minha querida

    Passando para agradecer o carinho de sempre e oferecer uma fatia de bolo do meu aniversário...embora virtual é de coração.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  11. Sonhadora, adoro bolos...vou lá. Obrigada pelo convite. Bjs

    ResponderExcluir

Releituras