SABEDORIA

Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém entendimento, pois a sabedoria é mais proveitosa que a prata e rende mais que o ouro. É mais preciosa que rubis; nada do que você possa desejar se compara a ela. Na mão direita, a sabedoria lhe garante a vida longa, na mão esquerda, riquezas e honra. Os caminhos da sabedoria são caminhos agradáveis e todas as suas veredas são paz. (Provérbios 3:13-17)

terça-feira, 2 de março de 2010

A SOLIDÃO É FERA ?


Refletindo sobre a solidão, percebo o quanto nós seres humanos temos medo de ficar sós, do confronto com nosso eu, das feras que se escondem em nosso interior e que se explodem na condição solitária. Há pessoas que não conseguem ficar um minuto sequer sozinhas, não suportam a própria companhia. Mas é exatamente na solidão que travamos batalhas íntimas e descobrimos forças ignoradas em nós. O ser humano em seu momento só é capaz de revirar sua mente e esta batalha mental nem sempre é convidativa, pode ser temerosa.

Sós, descobrimos nosso verdadeiro eu, nossos limites e capacidades. Podemos nos conhecer de verdade. Fácil não é, pois num primeiro momento somos tentados a fugir de nós mesmos. Faz lembrar o filme: O Náufrago em que Tom Hanks, sozinho por 5 anos em uma ilha deserta, vê em uma bola de futebol seu melhor amigo, inseparável, Wilson, até mesmo arriscando a própria vida por ele. Isto demonstra nossa tamanha necessidade de comunicação.

A solidão é fera domável, quando a transformamos em nosso benefício próprio. No momento em que nos dispomos ao encontro de nós mesmos. O próprio Jesus Cristo meditou 40 dias e 40 noites em um deserto em busca de forças e respostas para enfrentar seu destino e este era um costume também de seus seguidores.

Vista por nós como boa ou má ainda restam seus ensinamentos, os quais só são possíveis dentro do silêncio que permite a visão de nosso mundo interior.

Elzenir Apolinário

38 comentários:

  1. Boa noite amiga.
    Posso te falar uma coisa?
    Algumas vezes eu amo a solidão,assim como diz a sua postagem ela nos serve para nos encontrar quando nos perdemos no meio da multidão.
    Uma linda noite.
    beijokas.

    ResponderExcluir
  2. Eu também, Pérola, às vezes sinto necessidade de ficar sozinha, caminhar sozinha, dirigir sozinha, ficar sozinha no quarto...Estes são momentos só meus.E neles me encontro. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Dizem que a solidão é fera e fera indomável: mas eu já aprendi a domar essa fera.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Ei meninas, eu também gosto!! Acho importante este encontro com nós mesmos, nos impõe uma certa paz e equilíbrio. De vez em quando se faz necessário.
    Beijos
    Glória

    ResponderExcluir
  5. A solidão pode ser tao amiga como um livro às vezes. <pode ser a nossa maneira de nos "fazermos companhia" quando a vida nos pesa e pensamos que ninguém nos compreende (o que até é verdade...).
    beijos
    A imagem é linda. Fz-me lembrar cenas de um filme lindo do japonês Mizoguchi "Les contes de la lune vague après la pluie"

    ResponderExcluir
  6. Precisamos de silêncio, momentos conosco apenas...Lindo post!beijos,chica

    ResponderExcluir
  7. Nossa sinto falta de ficar só, adoro, assim ponho a cabeça no lugar.
    beijo Xan

    ResponderExcluir
  8. Carinho é fonte energética.
    Carinho é caminho de amor.
    Carinho nunca é demais.

    A afetividade é importante, sim.
    Pois, como um ser humano ainda imperfeito,
    ainda aprendiz, pode bastar-se a si mesmo?

    Não, amigos, a individualidade, sem dúvida,
    é direito de cada um de nós.

    Mas, em excesso, é egoísmo.
    Viemos aqui para aprender.

    Aprendizagem é sinônimo de troca de experiências,
    troca de energia,
    troca de informações,
    troca de afeto,
    troca e troca...

    Carinho é plumagem bonita,
    macia, gostosa de sentir.
    Quem dá afeto se fortifica;
    quem o recebe se acalma,
    se tranqüiliza,
    se equilibra.

    Carinho é sinônimo de amor,
    amigos.

    Amor é bálsamo para a nossa condição de criança espiritual.
    Criança precisa de amor para crescer psicologicamente,
    afetivamente e fisicamente saudável.

    Criança precisa de apoio e de muita troca.

    Portanto, também nós precisamos de afeto.
    Não esqueçam desse detalhe amigos:
    amor é fonte de energia, é vida, é crescimento.

    Dêem e aceitem todo o tipo de afeto com verdadeiro amor...

    Bom dia amiga!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Há tempo pra tudo debaixo do sol... por vezes a solidão é boa, apreciável, necessária... pra que possamos ouvir então a nossa própria voz íntima... :)

    ResponderExcluir
  10. Que ela é uma companheira fiel,,,isso é...beijos de bom dia.

    ResponderExcluir
  11. Concordo, Ana, na busca de nós mesmos podemos nos encontrar e assim nos doarmos inteiramente ao outro. Bom dia. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Elzenir, que bom te ver no meu blog, pois assim pude vir ao seu.
    Companheira de profissão, intensa como diz no perfil e uma mulher linda...coisa boa de se ver, adoro!!!

    Bem, já senti por este texto nossas afinidades.
    Sabe, eu achava que era maluca por gostar da solidão certas vezes, mas é que dela colhemos muitos frutos, coisas impossíveis de serem percebidas em situação oposta.
    Graças a Deus a minha solidão nunca foi uma imposição da vida, eu a procuro quando preciso dela. Me faz pensar que a solidão que dói e que é tão temida pelas pessoas é aquela que invade sua vida sem permissão.
    Também creio que a solidão tem várias faces, já até escrevi isso no meu blog, mas isso é uma longa conversa, rsrsrsrs.

    Beijos, adorei vir aqui...seguindo-te, claro!!

    Kenia.

    ResponderExcluir
  13. kênia,é um przer recebê-la em meu blog com tão rico comentário. Solidão buscada é necessidade, forçada pode ser dor, mas mesmo na dor pode- se amadurecer emocionalmente e buscar equilíbrio. Seja muito bem vinda. BJS

    ResponderExcluir
  14. Lindooooooooooooo* Dá-lhe! Maravilhosa e tão querida*

    Beijos e muito obrigada***********************

    *****
    Para a Elzenir que desfruta da solitude, porque já aprendeu a ser só*


    Pelas rosas, pelos lírios,
    Pelas abelhas, sinhá,
    Pelas notas mais chorosas
    Do canto do Sabiá,
    Pelo cálice de angústias
    Da flor do maracujá.
    Pelo jasmim, pelo goivo,
    Pelo agreste manacá,
    Pelas gotas de sereno
    Nas folhas do gravatá,
    Pela coroa de espinhos
    Da flor do maracujá.
    Pelas tranças da mãe-d'água
    Que junto da fonte está,
    Pelos colibris que brincam
    Nas alvas plumas do ubá,
    Pelos cravos desenhados
    Na flor do maracujá.
    Pelas azuis borboletas
    Que descem do Panamá,
    Pelos tesouros ocultos
    Nas minas do Sincorá,
    Pelas chagas roxeadas
    Da flor do maracujá !
    Pelo mar, pelo deserto,
    Pelas montanhas, sinhá !
    Pelas florestas imensas
    Que falam de Jeová !
    Pela lança ensangüentado
    Da flor do maracujá !
    Por tudo que o céu revela !
    Por tudo que a terra dá
    Eu te juro que minh'alma
    De tua alma escrava está !!..
    Guarda contigo este emblema
    Da flor do maracujá !
    Não se enojem teus ouvidos
    De tantas rimas em - a -
    Mas ouve meus juramentos,
    Meus cantos ouve, sinhá!
    Te peço pelos mistérios
    Da flor do maracujá!

    A Flor do Maracujá

    Fagundes Varela*

    + Beijos*
    Rê*

    ResponderExcluir
  15. Com a solidão, muitas vezes é a melhor maneira de se estar muito bem acompanhado !!!!

    Beijo no coração minha linda.

    ResponderExcluir
  16. Tudo bem?

    Gostei realmente do que vi, por aqui.

    Seu blog é excelente e eu não o conhecia.

    Voltarei mais vezes para detalhadamente poder com calma , ver o que faltou.

    Tenho blogs de humor e caso deseje fazer uma visita ficarei muito honrado.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  17. Eu gosto de visitar a solidão mas nunca fico lá muito tempo:)) Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi querida...a solidão é minha amiga inseparável...é boa...é inspiradora! Obrigada pelas palavras de carinho.....beijinhos meus pra ti.

    ResponderExcluir
  19. Já postei sobre isso, eu amo ficar a sós comigo, depois que aprendi q sou boa companhia me tornei mais feliz

    ResponderExcluir
  20. Amo a irmã mais nova da Solidão, a Solitude. Da solidão aprendi chaves importantíssima para mantê-la o mais longe possivel. Com essas chaves conheci a Solitude, está sim permite conhecer os mistérios e está distante da obscuridade. Já a Solidão por ser pura escuridão deixa a sensação de vazio. E o pavor do vazio é algo que leva pessoas a tomar decisões drásticas e irreversíveis. Posso cizer uma dúzias de boas coisas sobre solitude. mas não me atreve colocar uma vírgula na solidão.

    Gostei muito de ler-te nesse texto Elzenir, brilhante.

    Beijos com muitas bençãos querida amiga.

    Alôha,

    Hod.

    ResponderExcluir
  21. Ela é uma fera... a solidão!
    Mas se torna domável quando nos damos conta podemos tranformá-la de uma fera a um animal de estimação a nosso favor ^^

    Bjus

    ResponderExcluir
  22. Nós somos nossa melhor companhia,nosso melhor amigo,nosso melhor conselheiro...assim me sinto...assim vivo comigo!!

    Um beijo!

    Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  23. Paulo, obrigada, esteja à vontade para voltar e comentar.Este espaço é democrático e público. Bjs

    ResponderExcluir
  24. Luciana, quando sabemos conviver conosco mesmos podemos conviver com os outros. A solidão trás maturidade emocional e psicológica. É atravé dela que nos entendemos e podemos fazer com os outros também nos entendam. Obrigada. Bjs

    ResponderExcluir
  25. Rebelde para vc uma frase se Jesus:"Não é bom que o homem esteja só." Ele quis dizer permanentemente só, mas alguns momentos de solidão são necessários na busca de nosso eu interior. Bjs

    ResponderExcluir
  26. Marquito, muito bem, dome a fera, mas também busque companhias agradáveis, gente do bem para enriquecer sua existência. Bjs

    ResponderExcluir
  27. Estou realmente agradecida e maravilhada com as releituras deste post, acho que o assunto mexeu mesmo com todos vcs, afinal quem quer ficar eternamente só? Quem não precisa de alguns momentos de solidão? Paradoxo? Não!!! Exigências desta viagem chamada:VIDA!!!Abraços a todos!!!

    ResponderExcluir
  28. Como vc disse, há pessoas que não sabem lhe dar com a solidão... Eu passei muito tempo com a solidão como amiga inseparavel, hoje em dia, as coisas não são mais assim... Mas digo que hj sou um pouco maduro, pq com a solidão eu aprendi muita coisa e amadureci...

    Linda, excelente post...

    Bjuxxx

    ResponderExcluir
  29. Carlos, obrigada, seja muito bem vindo às minhas releituras. Muito bom seu depoimento para ilustrar as ideias que quis transmitir. Bjs

    ResponderExcluir
  30. Felina, espero que desistas da ideia de abandonar a blogosfera, nós precisamos de sua voz para fazer um coro em prol de conteúdo na internt e não deixar que a blogagem morra. Pense bem.Bjs

    ResponderExcluir
  31. Minha querida
    Lindissimo texto, realmente para reflectir.

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  32. Olá Elzenir...

    Visitando aqui o seu espaço mais uma vez e deixando meus votos de muito sucesso para para você e para esse blog tão bem elaborado. Parabéns pelo trabalho.
    Fica um convite para que aprecie o primeiro Conto Poético de minha autoria, que você pode ler lá na Academia da Poesia: http://academiadapoesia.blogspot.com
    A sua visita e a sua opinião serão muito importantes para mim.
    Deixo o meu abraço* e esteja com Deus.

    Renato Baptista

    ResponderExcluir
  33. M de Mulher:

    Seus Malabarismos Mágicos Manipulam Marionetes.
    Meninas, Mães, Madres, Marquesas e Ministras.
    Madalenas ou Marias.

    Marinas ou Madonas.
    Elas são Manhãs e Madrugadas.
    Mártires e Massacradas.
    Mas sempre Maravilhosas, essas Moças Melindrosas.
    Mergulham em Mares e Madrepérolas, em Margaridas e Miosótis.
    E são Marinheiras e Magníficas.
    Mimam Mascotes.
    Multiplicam Memórias e Milhares de Momentos.
    Marcam suas Mudanças.
    Momentâneas ou Milenares, Mudas ou Murmurantes,
    Multicoloridas ou Monocromáticas, Megalomaníacas ou Modestas,
    Musculosas, Maliciosas, Maquiadoras, Maquinistas,
    Manicures, Maiores, Menores, Madrastas,
    Madrinhas, Manhosas, Maduras, Molecas,
    Melodiosas, Modernas, Magrinhas.
    São Músicas, Misturas, Mármore e Minério.
    Merecem Mundos e não Migalhas.
    Merecem Medalhas.
    São Monumentos em Movimento, esses Milhões de Mulheres Maiúsculas.

    (texto tirado da net).

    FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  34. Sonhadora, vc sempre encanta este blog. Bjs

    ResponderExcluir
  35. Obrigada, Ana, para vc também...vamos começar a comemorar, nós merecemos. Bjs

    ResponderExcluir
  36. eu não me importo de ficar sozinha.. vivo só.. solidão é outra coisa. é o estar só mesmo rodeada de gente. essa eu ja vivi é horrivel. mas tudo é aprendizado.. lindo seu post..parabens..beijão

    ResponderExcluir
  37. Obrigada, Maria, é um prazer recebê-la aqui. Legal seu comentário. Solidão ou companhia, precisamos delas, sempre. Bjs

    ResponderExcluir
  38. Para os que sentem a solidão como fera,há que se distinguir estar só de isolar-se...estar só na maioria das vezes é estar integrado ao todo,à energia universal..é na verdade um encontro profundo c quem somos essencialmente.Isolar-se é negar o mundo ao nosso redor,é seguir na contramão da fraternidade,onde nossa condição de humanos nos une indistintamente.

    ResponderExcluir

Releituras